Maltês

Ainda que exista alguma evidência que a raça se originou na Ásia e é parente do Terrier Tibetano, a origem exata é desconhecida. Os cães provavelmente foram para a Europa através do Oriente Médio com a migração de tribos nômades. A Ilha de Malta foi o centro geográfico do comércio antigo, e exploradores sem dúvida acharam ancestrais dos pequenos e brancos cães deixados ali para trocas por suprimentos. Estes foram criados pelos ricos e pela realeza, sendo cruzados para serem especificamente um cão de companhia. Alguns ícones que tinham Malteses foram Maria I da Escócia, Elizabeth I de Inglaterra, Rainha Vitória, Josefina de Beauharnais e Maria Antonieta.

Este cachorro é uma adorável companhia, muito adaptável ao estilo de vida do dono, sendo um bom cão de apartamento. Seu temperamento é calmo e terno, carinhoso e normalmente segue os donos por toda parte dentro de casa, pois não gosta de ficar sozinho. Ótimo para crianças, pois é muito brincalhão e amoroso, porém deve ser supervisionado por causa de sua estrutura frágil, pode ser machucado facilmente.

Apesar de sua pelagem longa, eles não soltam pelos. Como os seus pelos crescem como o nosso cabelo, é necessário apará-lo ou tosa-lo esporadicamente, e você pode mantê-los do tamanho que preferir.

  • Peso Aproximado: 3 a 4kg
  • Altura aproximada: 23 cm
  • Grau de Atividade: moderado
  • País de Origem: Itália
Fechar Menu